Sistema e-Social começa a ser implementado em julho
29/06/2018 15:42 em Sebrae Acontece

 

Micro e Pequenos negócios terão até o final do ano para se adaptar ao novo sistema de envio de informações fiscais, previdenciárias e trabalhistas dos empregadores e-Social. 

Microempreendedores Individuais (MEI) e Micro e Pequenas Empresas (MPE) terão até julho para a implantação do Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (e-Social). O processo será feito em cinco etapas. O cronograma, deve impactar mais de 8 milhões de empresas e 40 milhões de trabalhadores em todo o país. No Tocantins, os mais de 80 mil pequenos negócios devem ficar atentos aos prazos. A adesão ao sistema é feita através do portal e-Social.

Possibilidade de reduzir custos e tempo da área contábil das empresas, o e-Social substitui o preenchimento e a entrega de formulários e declarações. Também elimina a redundância nas informações prestadas pelas pessoas jurídicas, reduz a burocracia e aprimora a qualidade das informações das relações de trabalho, previdenciárias e tributárias.

“O e-Social integra os processos, possibilita o registro imediato das informações, como por exemplo a contratação de um colaborador, além de disponibilizar instantaneamente os dados aos órgãos competentes”, explicou a Analista Técnico do Sebrae Tocantins, Adelice Novak.

Durante a palestra oferecida em parceria com o Sebrae, o consultor Flavio Azevedo, ressaltou a importância de capacitar além dos profissionais de contabilidade, também os empresários para atender ao e-Social. “O e-Social é uma mudança cultural em relação a registros de relação trabalhista, é necessário que além dos contadores entenderem os processos, o empregador, os empresários também precisam entender sobre essa transformação nos processos, esclarecendo os erros e multas. Um investimento para capacitar tanto o pessoal quanto o gerencial das empresas”, destacou. 

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!