Unitec aproxima estudantes de empresários
26/11/2018 13:40 em Sebrae Acontece

58 produções acadêmicas foram apresentadas a empresários no Hall da Biblioteca Central Professor José Torquato Carolino da Universidade Federal do Tocantins (UFT) nos dias 21 e 22 de novembro.

 

Interação entre o as necessidades do ambiente empresarial e pesquisas e projetos acadêmicos. Esse foi o objetivo da Unitec – Feira Tecnológica Universidade Empresa que encerrou sua primeira edição nesta quinta-feira, 22. Mais de 50 produções acadêmicas nas áreas de educação, engenharia, saúde, tecnologia, nutrição e agrotecnologia foram disponibilizadas para visitação no hall da biblioteca da UFT nos dias 21 e 22 de novembro. Empresários, estudantes e visitantes também aproveitaram uma praça de alimentação composta de Food Trucks. O evento foi realizado pelo Sebrae Tocantins em parceria com a Fieto, IFTO, Ceulp Ulbra, UFT, Unitins, Universidade Católica e Unirg.

O aplicativo Appacaxi do professor Raimundo Freire Brito do Instituto Federal do Tocantins, foi um dos destaques da área da agrotecnologia. “A ideia do aplicativo é auxiliar o produtor na prática da indução floral e orientá-lo nas tomadas de decisão. O aplicativo faz uma previsão de cinco meses antes da colheita para informar o peso do fruto e para avisar se o abacaxi já possui o peso exigido do mercado”, explicou.

O reitor da Universidade Federal do Tocantins, Luiz Eduardo Bovolato ressaltou a importância da realização da feira tecnológica Unitec, “Esse evento faz parte de um conjunto de ações maiores que estão incluídas no nosso plano de gestão que tem como objetivo fazer a aproximação da academia com o mundo empresarial. A junção é benéfica para ambas as partes, a universidade mostra aquilo que é produzido no meio acadêmico para que os empresários possam investir em ciência, tecnologia e inovação. A partir do apoio do Sebrae, na sua capacidade de mobilizar o segmento empresarial e trazer os empresários aqui para a universidade, é possível realizar esse casamento para que a gente possa alavancar a tecnologia aqui no estado do Tocantins”, justificou Bovolato.

O acadêmico da Universidade Católica do Tocantins, Arthur Ribeiro de Araújo, foi um dos responsáveis pela criação e apresentação de um aplicativo que auxilia no processo de correção do teste psicológico palográfico durante a feira.  “A Unitec nos dá a oportunidade de compartilhar as pesquisas realizadas na universidade com o mercado e a sociedade. É muito empolgante ver pessoas se interessando, questionando e conhecendo seu projeto”, afirmou.

“A produção da academia Tocantinense é muito interessante, pois nestas instituições existem pesquisadores talentosos que precisam de uma luz para compartilhar as produções com os empresários que estão com sede de soluções para os problemas das empresas. O Sebrae em união com a Federação das Indústrias e as universidades pode encontrar alternativas para transformar o Tocantins”, enfatizou o superintendente do Sebrae Tocantins, Omar Hennemann. 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!